Você está aqui: Página Inicial / Ouvidoria / mau atendimento e possibilidade funcionarios fantasmas em posto de saude

Solicitação 20190605122455

mau atendimento e possibilidade funcionarios fantasmas em posto de saude

No dia 05/06/2019 por volta das 07:35 compareci juntamente com minha esposa e filha ( 05 meses) no CENTRO DE SAUDE KM 05 (posto de saúde), com o intuito de vacinar a filha, porém não havia funcionário para o atendimento, tanto na sala de vacinação como na recepção, ao questionar com outros pacientes sobre, disseram que os funcionários estariam tomando café. entrei no corredor e constatei que vários funcionários estavam na parte dos fundos do posto de saúde tomando café da manhã , retornei para o atendimento de espera onde perguntei sobre senha, disseram os ali presentes ser por ordem de chegada, assim que a funcionária da recepção retornou 08: 15 horas ( quase uma hora após a recomendação de início de atendimento ) perguntei sobre senha de atendimento e senha preferencial, por estar com criança de colo e também haver nos presentes além de outras crianças, idosos, a recepcionista disse: Aqui não tem senha para o atendimento, é por ordem de chegada, caso queira questionar pergunte a pessoa que aplica injeção. Durante o atendimento de minha filha, perguntei sobre o direito da preferência de atendimento, obtive a mesma resposta. que tem que esperar na fila todos de forma igualitária, independentemente de ser criança de colo, idoso, gestante. pois ali naquele posto não tem senha ou outra forma para regularizar o atendimento. Durante o atendimento fui informado pela mulher que vacinava, que logo após o atendimento de minha filha ela iria participar de uma reunião com a direção, onde havia tantas pessoas funcionaria do posto de saúde que ela mesmo há tanto tempo que trabalha naquele local nunca tinha nem visto várias delas , dando a entender que seria funcionários fantasmas . Diante do exposto resumo: 1. Há um cartaz orientando que os pacientes cheguem a partir das 07:20 para o atendimento sendo que, só começou o atendimento a partir das 08: 15 quase uma hora após, um dos motivos que presenciei é que os funcionários tomam café da manhã em horário de trabalho, desrespeitando os pacientes que estão ali muito das vezes com filho para ir ao colégio, perdendo horário de trabalho, entre outros prejuízos. 2. A Lei 10048 de 08/11/2000 criou a obrigatoriedade de atendimento prioritário a pessoas portadoras de deficiência, idosos com idade superior a 60 anos, gestantes, lactantes, pessoas com crianças de colo e obesos. A lei em questão claramente trata de atendimentos presenciais, no intuito de evitar a não exposição do público nela citado à espera em filas, ainda que os locais de atendimento possuam acomodações confortáveis. 3. existência dos assim denominados "funcionários fantasmas" constitui prática perniciosa da máquina pública e fere diversos princípios constitucionais de observância obrigatória para toda a Administração Pública.

05/06/2019 11h24
Denúncia
Ouvidoria

Respostas

Ainda não existem respostas para esta solicitação.

Files

No files yet for this claim.

Ações do documento

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Portal do Servidor

Transparência

TV Legislativa

02° Sessão ordinária - 26/02/2019

Mais vídeos…