Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Vereadores sugerem junção de secretarias para conter gastos

Vereadores sugerem junção de secretarias para conter gastos

por jip — publicado 23/11/2018 14h15, última modificação 23/11/2018 14h15

Na Sessão Ordinária de terça-feira (13), 12 vereadores apresentaram requerimento com sugestão para cortes e gastos junto a Administração Pública Municipal, visando a economia de aproximadamente R$ 1 milhão nos próximos 12 meses. O requerimento foi aprovado por unanimidade.

De acordo com o requerimento, “considerando que a folha de pagamento vem ultrapassando o percentual de seu teto e que exige do gestor um posicionamento quanto a isso, observando as Leis existentes, bem como a orientação do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia”, os vereadores sugerem de imediato extinguir definitivamente a Secretaria de Assuntos Estratégicos, Indústria e Comércio, e o cargo de gerente de fiscalização.

Outras sugestões do grupo de vereadores é a junção das seguintes secretarias: Fazenda, com Regularização Fundiária e Meio Ambiente; Educação, com Fundação Cultural e Esportes; e Planejamento com a Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Ji-Paraná (AMT); e como todas as secretarias ficarão sob a responsabilidade do titular da primeira, a extinção também dos cargos de secretários de Regularização Fundiária, Meio Ambiente, Fundação Cultural, Esportes e autarquias, como AMT.

“É uma sugestão de contenção de gastos e as medidas tomadas dependem do gestor. O nosso intuito é evitar mais demissões, pois muitas famílias foram prejudicadas recentemente com as exonerações”, afirmaram.

O requerimento é de autoria dos vereadores Ademilson Procópio (PTB), Affonso Cândido (DEM) Beto Wosniach (PR), Edilson Vieira (MDB), Edivaldo Gomes (PSB), Isaias Arnica (PSB), Joaquim Teixeira (MDB), Joziel Carlos de Brito (MDB), Lorenil Gomes (PTB), Marcelo Lemos (PSD), Obadias Ferreira (DEM) e Welinton Negão (PR).

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Portal do Servidor

Transparência