Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Secretário de Saúde apresenta medidas de combate à Covid-19

Secretário de Saúde apresenta medidas de combate à Covid-19

por Fernanda publicado 11/05/2020 11h26, última modificação 11/05/2020 11h26
Por quatro horas, o secretário Rafael Papa prestou esclarecimentos sobre as ações da Prefeitura de Ji-Paraná em sessão extraordinária da CMJP

Por quatro horas, o secretário municipal de Saúde, Rafael Papa, apresentou aos vereadores ji-paranaenses as medidas que estão sendo adotadas pela prefeitura para o combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Ele participou da sessão ordinária da CMJP, sexta-feira (8), que foi das 9 horas às 13 horas.

 

Os esclarecimentos do secretário foram solicitados pela vereadora Cláudia de Jesus (PT) e Welinton Fonseca (MDB).

 

Rafael Papa reforçou pontos sobre a contratação de técnicos de enfermagem, a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para o 2º distrito, o andamento da instalação de 10 leitos na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Municipal Claudionor Roriz, seis leitos de UTI da rede SUS disponíveis em Ji-Paraná e os recursos destinados ao município para o combate ao coronavírus.

 

O secretário iniciou a apresentação informando aos vereadores e a imprensa que, até o momento, apenas o valor de R$ 2,246 milhões foram depositados na conta da Prefeitura de Ji-Paraná para ações de combate ao coronavírus e que os valores liberados pelo governo federal ficam à disposição da sociedade no site da prefeitura, link do portal da transparência e são atualizados e acompanhados em tempo real, podendo ser acessado por qualquer cidadão.

 “É importante fazer esse esclarecimento, pois há muitas especulações e informações equivocadas sendo disseminadas nas redes sociais. O governo federal e os parlamentares de Rondônia devem destinar outros valores ao município, entretanto, trata-se ainda de previsão orçamentária que pode chegar a R$ 20 milhões e, caso sejam liberados, serão destinadas parcelas em várias vezes e para finalidades específicas. Não é um recurso que virá exclusivo para saúde”, informou Rafael Papa.

 

Quanto aos leitos de UTIs/SUS disponíveis em Ji-Paraná, o secretário de Saúde explicou que a medicina de alta complexidade fica sob responsabilidade do governo de Rondônia. No município, existem seis leitos de UTIs disponíveis e pagos por meio de convênio entre o estado de Rondônia e a rede hospitalar privada.

 

Segundo ele, esses leitos, por decisão do governo rondoniense, não foram destinados para o tratamento de Covid-19. Eles estão disponíveis para os demais casos de urgência, como acidentes e outros traumas graves provocados por inúmeras doenças.  

 

O governo estadual concentrou os leitos de UTIs da rede SUS, destinados para Covid-19, nas cidades de Porto Velho e Cacoal, onde está o Hospital Regional de Urgência e Emergência (Heuro).

“Com essa decisão, todos os pacientes diagnosticados com Covid-19, em situação de urgência dos municípios que estão na macro-região, que compreende de Jaru até Vilhena, serão encaminhados para o Hospital Regional de Cacoal. Já, os pacientes da região de Ariquemes até Porto Velho serão encaminhados para os leitos de UTI disponíveis na capital”, detalhou.

Papa informou ainda que a prefeitura possui uma ala para abrigar 10 leitos de UTIs. O prédio está pronto. Nele, foram investidos R$ 1,023 milhão. Os leitos não estão disponíveis ainda, porque dependiam da liberação de recursos do governo federal para a aquisição dos equipamentos. Os recursos, da ordem de R$ 636 mil, foram depositados na conta da prefeitura no dia 27 de abril. O procedimento para aquisição e instalação dos equipamentos foi aberto e está em andamento.

Sobre as obras de construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no 2º distrito, o secretário informou que 90% do cronograma da obra foi executado. O valor do investimento é R$ 3,244 milhões. Porém, os recursos na ordem de R$ 800 mil, destinados para a aquisição de equipamentos, devido aos protocolos do governo federal, só serão depositados após a conclusão da obra.

Por fim, Rafael Papa fez uma explanação sobre os equipamentos de proteção individual (EPIs) comprados pelo município, a convocação de técnicos de enfermagem por meio de processo seletivo emergencial e sobre as condições do ambiente hospitalar para recepcionar os casos de Covid-19.  

 

Ji-Paraná, segundo o secretário, foi um dos primeiros municípios a adquirirem os EPIs no estado e, por isso, conseguiu comprar quantidades suficientes e a preços ainda mais baixos, já que o agravamento da pandemia no mundo, fez com que houvesse ausência de materiais no mercado e preços mais elevados.

“Hoje temos equipamentos de proteção em estoque suficientes para atender todas as nossas unidades de saúde. Nosso Hospital Municipal possui uma ala inteira reservada apenas para casos de Covid-19, com 20 leitos disponíveis. Temos dois respiradores exclusivos para pacientes com coronavírus e, caso seja necessário, temos outros seis respiradores que poderão ser utilizados. Uma outra ala do HM também poderá ser adaptada para pacientes de Covid, caso ocorra demanda.

Quanto ao Processo Seletivo Simplificado para contratação de técnicos de enfermagem, o secretário informou que foram convocados 10 dos candidatos aprovados. “Abrimos um processo para 50 vagas. Convocamos recentemente 10 profissionais e, se houver necessidade, convocaremos mais”, admitiu.

O vice-presidente, Joaquim Teixeira (MDB), agradeceu a participação de Rafael Papa na sessão extraordinária. “Foi muito produtiva as explicações do secretário municipal de Saúde na Câmara de Ji-Paraná. Elas servirão para o direcionamento de nossos trabalhos no combate a essa pandemia”, assegurou.

“Economia na saúde é morte! Gaste o dinheiro que deve ser gasto para salvar a via de nossos patrões, que são o povo que paga nossos salários”, afirmou o vereador Welinton Fonseca. Segundo ele, todo o recurso que o município tiver em mãos deve ser usado para proteger a população.  

A vereadora Cláudia de Jesus também agradeceu a presença do secretário e reforçou que as informações do secretário esclarecem não só os vereadores, mas toda a população ji-paranaense que necessita estar consciente do plano de ação da Prefeitura de Ji-Paraná para tentar conter a pandemia.

Texto: Prefeitura de Ji-Paraná/Jairo Ardull

Foto: Marcos Gomes

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Portal do Servidor

Transparência