Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / PL de Joaquim Teixeira denomina de “Robson Guimarães” prédio do Feirão do Produtor

PL de Joaquim Teixeira denomina de “Robson Guimarães” prédio do Feirão do Produtor

por Fernanda publicado 03/06/2020 15h37, última modificação 03/06/2020 15h37
O empresário foi presidente da Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná e atuava no setor de nutrição animal; ele faleceu em fevereiro de 2016

O plenário da Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP) aprovou, na sessão ordinária de terça-feira (2), o projeto de lei do vereador Joaquim Teixeira (MDB) que denomina de “Robson Guimarães” o prédio do Feirão do Produtor Rural (centro), em homenagem ao empresário ji-paranaense e ex-presidente Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná (Acjip) que faleceu em fevereiro de 2016.   

“Tive o privilégio de ter aprovado o projeto de lei que homenageia o saudoso Robson Guimarães para nomear o Feirão do Produtor Rural. Hoje temos a tristeza de não contar com o empresário em nossa sociedade, mas fica esse reconhecimento público ao legado deixado por ele”, admitiu Joaquim Teixeira.

O vereador emedebista afirmou que consultou a família do empresário para propor a homenagem. “Conversando com o pai dele, o pecuarista João Duarte, falei em trazer o nome do Robson [Guimarães] para dar essa prova de respeito e reconhecimento a esse grande empresário. E ele concordou”, lembrou.

“Tive o privilégio de trabalhar com o Robson Guimarães. Ele sempre foi uma pessoa determinada em desenvolver grandes projetos. Quando iniciou as atividades da Bigsal [2003], já sabia que a empresa se tornaria uma das maiores na nutrição animal de nossa região, e isso realmente aconteceu pela garra que ele tinha”, assegurou.

Robson Guimarães nasceu em 7 de abril de 1969 na cidade de Cachoeiro do Itapemirim, no estado do Espírito Santo. Aos três anos de idade, veio com a família para o até então Território Federal de Rondônia. Em Ji-Paraná, atuou com destaque nos setores pecuário e madeireiro.

Ele também presidiu a Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná no período de 2000 a 2003.  Em 2003, fundou a empresa Bigsal, referência em nutrição animal na região Norte.

O empresário faleceu em um acidente aéreo no estado de Santa Catarina em 1º de fevereiro de 2016. Na época, ele tinha três filhos (João Delecampio, Valentina e João Vitor) e a esposa Déborah Guimarães estava grávida da quarta filha (Teodora) do casal.   

Texto: Jairo Ardull

Foto Joaquim Teixeira: Marcos Gomes

Foto Robson Guimarães: Adriana Albuquerque    

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Portal do Servidor

Transparência