Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Edivaldo Gomes inicia hoje movimento pelo Setembro Amarelo

Edivaldo Gomes inicia hoje movimento pelo Setembro Amarelo

por Fernanda publicado 01/09/2020 08h08, última modificação 01/09/2020 08h08
O vereador alertou que o suicídio mata mais de 13 mil pessoas por ano no Brasil; 800 mil no mundo

Começa hoje (1º), em todo o Brasil, a Campanha Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio. Rondônia está entre os estados brasileiros com maior índice de mortes por essa causa entre a população jovem. Treze mil pessoas se matam por ano em todo o país, sendo 800 mil no mundo.

Também hoje, o vereador Edivaldo Gomes (PSB) inicia movimento de orientação e conscientização para prevenir o suicídio e a depressão. Segundo ele, a depressão é a maior causa de suicídio.

Edivaldo Gomes começou as ações de conscientização, em 2019, após oito meses de depressão profunda. “Quem passou por essa doença sabe o tamanho do sofrimento e o quanto é triste um enfrentamento sério no Brasil”, admitiu o vereador.

No mesmo ano, Edivaldo Gomes palestrou em escolas e associações de bairros. Foram dezenas de palestras após o processo de recuperação. Em 2020, devido à pandemia, a campanha será virtual, e deverá integrar órgãos públicos que realizam o tratamento da doença, divulgação números (telefônicos) de apoio e abordagens em ruas.

Paralelo à campanha de prevenção, Gomes desenvolve um trabalho de cobrança da administração municipal para melhorar a estruturação do Centro de Apoio Psicossocial de Ji-Paraná (Caps), onde cerca de 13 mil pessoas fazem acompanhamento. “Infelizmente, temos apenas um psicólogo. Desde o ano passado, cobramos a contratação de outros profissionais, mas não tivemos êxito”, lamentou.

A depressão ainda é vista com preconceito. Isso dificulta a busca por ajuda e a cura, podendo levar ao suicídio. Edivaldo Gomes lembrou que é uma doença como outras e é necessário não ter vergonha de abordar a questão. “É um tabu que precisa ser quebrado. As pessoas estão morrendo e não podemos fechar os olhos para isso. É uma pandemia invisível”, observou.

Em Ji-Paraná, o número do Caps é 3421-4415. Há também o Centro de Valorização da Vida, CVV, do governo federal, com atendimento 24 horas, o número de contato é o 188.

Texto: Assessoria de Gabinete

Foto: Assessoria e Marcos Gomes


Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Portal do Servidor

Transparência