Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Câmara aprova projeto que autoriza prefeitura a realizar acordos com ex-funcionários da Planacom

Câmara aprova projeto que autoriza prefeitura a realizar acordos com ex-funcionários da Planacom

por jip — publicado 30/08/2019 11h47, última modificação 28/01/2020 13h30
O Projeto de Lei nº 3830 foi aprovado pelo plenário da CMJP por 11 votos a favor, um contra e cinco abstenções

A Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP) aprovou, na terça-feira (6), projeto que autoriza a Procuradoria Geral do Município (PGM) a realizar acordos judiciais com ex-funcionários da empresa Plancon Indústria e Comércio de Limpeza que mantinha contrato para prestação de serviço com a Prefeitura de Ji-Paraná. 

 

Na mensagem enviada à CMJP, o prefeito Marcito Pinto (PDT) argumenta que a Plancon prestou serviços de limpeza à Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), fornecendo materiais e mão de obra, e que o município foi condenado de forma “subsidária” ao pagamento das indenizações.

 

Segundo o Projeto de Lei nº 3830, os acordos para o pagamento das obrigações trabalhistas deverão ser realizados somente na esfera judicial. Estão previstos a quitação de salários, 13º salário, férias e 1/3 de férias, aviso prévio e recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e multa rescisória.

 

O PL também determina que o valor estabelecido entre as partes será dividido em até 10 vezes. Nele, o valor máximo de cada parcela foi fixado em até  R$ 3 mil. Após a realização dos acordos, a Prefeitura de Ji-Paraná deverá adotar providências para apurar as responsabilidades para ressarcir os valores pagos pelo município.

 

Na emenda modificativa que acompanha o PL, também aprovada pelo plenário da CMJP, a Prefeitura Ji-Paraná informa que as despesas com os acordos trabalhistas dos ex-funcionários da Plancon serão cobertos com dotação própria, transferidas de várias fontes do orçamento público municipal.  

 

O PL foi aprovado pelo plenário da CMJP por 11 votos a favor, um contra e cinco abstenções.

 

Texto: Jairo Ardull

Foto: Marcos Gomes 

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Portal do Servidor

Transparência